M'A'L EVANGELISTA
O complexo da existência na essência da poesia
CapaCapa TextosTextos FotosFotos PerfilPerfil Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato
Textos



COMO NUM FILME

O poeta preparou e executou o roteiro seguindo o passo a passo da sua poesia.

Em cada detalhe da cena, deixou a marca do seu poema.

Sem erros, nem cortes, conseguiu a atenção de sua amada, lhe deixando seduzida e apaixonada.

De repente, uma atriz coadjuvante rouba a cena...
E num piscar de olhos, ele sumiu do poema.

E de forma surpreendente, ela se sentiu tocada quando em seu espaço mais íntimo, encontrou um vestígio daquela cena de amor.

E tudo se concretizou quando em sua bolsa, naquela invasão de privacidade...ele conseguira deixar um pedaço de si em meio a intimidade dela

Aquele pedaço de papel... Levou seu ego ao céu! Simplesmente por representar muito mais que isso.
​​​​
MAL Evangelista... O Poeta Caatingueiro! 
Um MAL que só fez bem.


 
MAL EVANGELISTA
Enviado por MAL EVANGELISTA em 30/04/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários