M'A'L EVANGELISTA
O complexo da existência na essência da poesia
CapaCapa TextosTextos FotosFotos PerfilPerfil Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato
Textos


CONTO DE REALIDADE

Ilusão é crer que o sapo virou um príncipe...
Eis um conto de príncipe que sugere a realidade do sapo.

Quando garoto, eu protegia os sapos!

Cansado de ver os mesmos serem usados como bolas pelas outras crianças, pegava-os, COM AS MÃOS, e transportava-os para um ambiente seguro.

O príncipe, SAPO, vivente sofredor dessa terra...além de seu simples dom da feiúra e de comer insetos,  deve ter sido feito às avessas.

Afinal, com respiração cutânea seu pulmão é a pele.
Se soubesse que seria tão odiado, não viveria pulando para se locomover.
Assim, não seria visto facilmente, e não receberia uma dose de sal do homem mau.

Nesta terra, ser príncipe, é se colocar no lugar do sapo, e em sendo ele, entender que você, O SAPO, nunca desejará ser como os homens maus que chutam àqueles que de certa forma salvam suas vidas.

Não é todo mundo que tem no seu cardápio alimentos que podem matar os algozes daqueles que lhe humilham e lhe matam.

Principalmente atacados pelo coração.


MAL Evangelista... O Poeta Caatingueiro!
Um MAL que só fez bem.
MAL EVANGELISTA
Enviado por MAL EVANGELISTA em 14/04/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários