M'A'L EVANGELISTA
O complexo da existência na essência da poesia
CapaCapa TextosTextos FotosFotos PerfilPerfil Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

DELANDIO e ARIADES...As bodas de prata
D eus semeando amor
E nvolveu esses dois corações
L isura de grande valor
A vida traduzindo emoções
N o brilho de dois sentimentos
D o beijo surgiu um namoro
I ntrínseco de um casamento
O s filhos divino tesouro

E m junho dia dezenove

A s bodas de prata surgindo
R azão da beleza que move
I gual na ternura do ninho
A vida da flor só é bela
D iante do seu beija flor
E essa união tão singela
S e deu pela força do amor.

POESIA

Se te fiz feliz! Alcancei meu objetivo...

Quando a luz do seu olhar
Penetrou em minha alma
Não me vi imaginar
No reluz perdi a calma...

Os meus olhos só te viam
Minhas pernas só tremiam
Os seus lábios que sorriam
Muitas coisas me diziam

Vinte e cinco se passaram
Cada ano uma razão
Que feliz frutificaram
Muito amor no coração

Nessas bodas de alegria
ARIADES és a razão
A beleza da poesia
Nossa linda união

A maior beleza de uma poesia, está no desejo de quem ama em presentear a mulher amada com uma inspiração poética.

DELANDIO! Atendendo ao seu pedido...
Eis o meu presente para o casal. Que Deus continue abençoando esta união.

M iguel
A lves de
L ima________MAL EVANGELISTA... O Poeta CAATINGUEIRO! Um MAL que só fez bem.
MAL EVANGELISTA
Enviado por MAL EVANGELISTA em 04/06/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários